entrevista com investidor de startups 

Conheça Giuliano Moretti, investidor que constrói seu portfólio de investimentos em startups pela EqSeed

Reproduzido do Blog da EqSeed | por Anthony Mc Courtney

Na base da EqSeed, há investidores de todo perfil construindo suas carteiras de investimentos em startups, em busca de retornos significativos.

Nós conversamos com Giuliano Moretti, investidor de startups. Perguntamos quais os motivos que o levaram a investir em startups, qual é a sua estratégia com esse tipo de investimento e porque ele decidiu construir seu portfólio de startups por meio da plataforma EqSeed.

Confira:

Giuliano, pode nos contar um pouco sobre você e sua carreira?

De formação, sou Engenheiro Químico. Tenho especializações em Sistemas de Gestão Ambiental, Saúde e Segurança do Trabalho e Mestrado Profissional em Gestão Ambiental.

Trabalhei durante 15 anos na minha própria consultoria, na qual, pela natureza do trabalho, desenvolvi diversas competências na área empresarial, dentre elas o investimento estratégico socioambiental de grandes corporações. Também atuei e ainda atuo como docente e pesquisador em alguns cursos de graduação e pós-graduação em Curitiba.

No entanto, sempre tive uma predileção pelo mercado de investimentos. Pivotei minha carreira de consultor ambiental para investidor full-time, agregando meu conhecimento em investimentos de impacto socioambiental a esta nova atividade profissional.

Hoje eu tenho uma empresa de gestão estratégica de investimentos em empresas embrionárias de tecnologia, sobretudo com foco em resultados econômicos, sociais e ambientais. É a eXGM Tech Ventures, pela qual também redijo e publico opiniões sobre startups com grande potencial de crescimento e retorno para investidores.

Quando você começou a investir em startups?

Foi em 2017. Buscando oportunidades de investimentos diferenciadas, com o intuito de realocar parte do portfólio pessoal que era muito conservador, acabei encontrando a EqSeed online.

Ao acessá-la, de imediato constatei algumas rodadas abertas de investimento em startups. A clareza, a qualidade e a quantidade de informações me impressionaram de modo muito positivo.

Encontrei muitas informações sobre as startups candidatas aos aportes, a exemplo de vídeos institucionais, currículo dos sócios, modelo de negócios, público-alvo dos produtos e serviços, bem como um completo panorama econômico e financeiro das empresas, tudo de forma padronizada que possibilita uma efetiva comparação entre elas para a escolha das melhores oportunidades.

Foram fatores essenciais na minha tomada de decisão pela empreitada de investir neste segmento, já que me senti bastante seguro com o que vi.

Buscando oportunidades de investimentos diferenciadas, acabei encontrando a EqSeed online. Constatei algumas rodadas abertas de investimento em startups, e a clareza, a qualidade e a quantidade de informações me impressionaram.

Por que você acha interessante investir em startups?

A primeira coisa é que você não está investindo em algo abstrato.

Pelo contrário, seu objeto de investimento dispõe de números, históricos e perspectivas que o contextualizam num cenário bastante claro. Tanto de riscos, quanto de oportunidades.

O investimento em startups tem uma função de colaboração com o desenvolvimento do país, o que eu prezo muito. Tenho isso como uma premissa.

Quando você investe em empresas de pessoas jovens que estão animadas em produzir, desenvolver, criar e melhorar o mundo, é muito bom. Me enxergo há 20 anos quando eu estava começando a empreender também. Poder investir nessas pessoas que, com seus esforços, diminuem as feridas do país, gerando empregos e desenvolvimento, é uma satisfação enorme.

Além disso, gosto também de contribuir tecnicamente com essas empresas, dentro das minhas áreas de experiência e competência.

Para você, o que é atraente sobre investimentos em startups em comparação com outros investimentos mais tradicionais?

O investimento em startups apresenta uma possibilidade de retorno substancial, que não se compara com nenhum dos investimentos disponíveis no mercado.

Outra motivação é que a EqSeed facilita bastante o processo de garimpo de boas oportunidades.

Mesmo quando se tem uma boa noção das variáveis representativas deste tipo de empresa, deve-se considerar a necessidade de um olho técnico mais apurado, que acredito ser o papel cumprido pela EqSeed. A confiabilidade para se arriscar com um perfil de investimento mais arrojado em algo inovador, por meio de uma plataforma intuitiva e simples, é um dos aspectos determinantes para se buscar um eventual retorno mais expressivo.

Poder investir nessas pessoas que, com seus esforços, diminuem as feridas do país, gerando empregos e desenvolvimento, é uma satisfação enorme.

Quais tipos de startups você procura para seu portfólio?

Considero os critérios estabelecidos previamente na minha tese particular de investimento.

A tese de investimento é uma estratégia que todo investidor de startups deve desenvolver cuidadosamente antes de se lançar neste tipo de empreitada e aprimorá-la ao longo do tempo, para que não saia atirando para todos os lados sem premissas muito bem estabelecidas de acordo com seu perfil.

Nela, o investidor correlaciona seus objetivos, suas intenções e suas perspectivas técnicas acerca dos seus possíveis investimentos com suas capacidades financeiras e até emocionais. A tese reflete uma espécie de balanço entre oportunidades e riscos assumidos, bem como mantém a consistência do investidor ao longo do tempo no que se refere às suas escolhas.

Exemplo de um desses critérios que particularmente adoto é a contribuição social ou ambiental que uma empresa possa gerar. Por conta do meu histórico profissional, entendo que tais resultados sejam essenciais para o desenvolvimento do país e tenho propriedade para ver resultados dessas empresas ao longo do seu crescimento.

Por outro lado, não tenho mercados preferenciais específicos, mas sobretudo gosto de ver se o produto ou serviço é inovador, bem como se está em um timing adequado.

Sempre considerando minha tese, se vejo que é um negócio promissor, tomo a decisão de investir.

Tenho um apreço especial por lawtechs, healthtechs, fintechs e agrotechs, mas não me fecho para outros setores.

Quais você considera os pontos mais importantes para analisar quando você está decidindo investir em uma startup?

 Analiso o MVP (Minimum Viable Product, ou Produto Minimamente Viável). Que hipóteses foram testadas para validá-lo, qual a clareza das informações, como se apresenta, se resolve uma dor importante, qual a escalabilidade e se é uma solução que gostaria para mim.

Analiso também qual é a intensidade de resolução da dor do público-alvo. Verifico fatores de risco, bem como a posição da startup em relação aos seus concorrentes diretos e indiretos.

Mas, basicamente, meus estudos prévios se concentram naquilo que é muito bem esclarecido por meio das informações apresentadas durante as rodadas abertas na EqSeed.

O investimento em startups apresenta uma possibilidade de retorno substancial, que não se compara com nenhum dos investimentos disponíveis no mercado.

Como foi sua experiência de investir pela EqSeed?

Gostei do contrato, tanto pela sua clareza, quanto pela estrutura. Nossos advogados também concordaram, após uma análise minuciosa de suas cláusulas.

Exemplo dessa clareza é a cláusula sobre possíveis diluições, com matemática exaustivamente explicitada, o que demonstra a preocupação da EqSeed em não deixar margem para interpretações dúbias.

Além disso, todo o trâmite é online, inclusive a assinatura, sem burocracia, cartórios ou quaisquer outros impeditivos típicos da velha economia.

O que você acha dos materiais sobre cada empresa disponíveis dentro de cada rodada de investimento na EqSeed?

São materiais padronizados e claros quanto às principais informações para a tomada de decisão do investidor, que trazem mais segurança para ele.

Há um fluxo lógico de informações que facilita a análise dos dados pelos investidores, além de meios de contato e esclarecimento com os próprios empreendedores.

Há que se destacar, também, a importante presença de vocês no LinkedIn e na mídia. Não apenas na apresentação da rodada, mas em veículos de comunicação de destaque nacional, tais como Jornal da GloboExame, Valor Econômico, dentre outros bastante conceituados.

É uma credibilidade que cativa o cliente da EqSeed.

O fato de que você transfere o valor do seu investimento somente ao final da rodada dá mais segurança para você?

Muito mais segurança.

Afinal, o dinheiro não pode ficar parado. Se tivesse que transferi-lo e aguardar até a rodada ser concluída, haveria uma perda. Mas isto não ocorre justamente porque o investidor só transfere o dinheiro quando efetivamente será aplicado no empreendimento, logo após a conclusão da rodada.

Você tem se considerado satisfeito com o atendimento da Equipe EqSeed?

O atendimento da EqSeed está excepcional. Eu fiquei bem satisfeito porque todas as minhas demandas foram atendidas.

Assisto e participo ativamente dos webinars, eventos importantíssimos moderados pela EqSeed para a aproximação entre as startups e investidores. Converso muito com o pessoal de relacionamento com investidores. Acho que vocês têm uma resposta muito rápida. Não preciso ir muito longe: quando eu estava declarando meu imposto de renda e houve uma dúvida, vocês a esclareceram em menos de um dia após meu questionamento. Acho que é por aí.

Acho muito adequado para quem tem maior capacidade de investimento, embora todos investidores tenham a chance de participar. Se a startup já está captando nessa linha, embora seu risco (e possível retorno) sejam relativamente menores em relação à fase seed, ela está mais próxima de uma possível evento de liquidez e realização dos ganhos.

Essa linha de Venture Capital é muito bem-vinda pois se espera maiores chances de sucesso, bem como maior celeridade no retorno.

Para você, qual é o risco de investir em startups?

Tenho consciência de que muitas não vão atingir os objetivos maiores, apesar de crer numa minimização de perdas em função da pré-análise técnica dada pela EqSeed.

Ciente disso, deve-se ter “sangue frio” para entender a estatística de sucesso na qual um conjunto menor de empresas que darão certo vai compensar a perda do conjunto maior de insucesso. Esse é o princípio. Para quem não suporta perdas no curto e médio prazos, não recomendo.

Você aplica uma estratégia específica para gerenciar esse risco?

Eu tenho um limite muito bem definido para alocar parte dos investimentos naqueles mais arriscados, a exemplo das startups.

Outra parte está destinada ao peer-to-peer lending (P2P), bem como outra em cotas de empreendimentos imobiliários também via crowdfunding, em outras plataformas dedicadas à intermediação desses tipos de investimentos. O resto do portfólio concentra-se em renda fixa e outros produtos tradicionais, para manter um equilíbrio seguro.

A EqSeed facilita bastante o processo de garimpo de boas oportunidades.

Tem fatores que diminuem o risco, ao seu ver?

Tem, quando se leva em conta que o portal de equity crowdfunding escolhido para as ofertas de startups seja uma empresa séria, comprometida e tecnicamente competente.

Este é um dos fatores que fazem com que meu risco diminua.

Eu posso ter mais confiança na qualidade técnica das pré-análises feitas. Não me sentiria totalmente confortável se eu, e apenas eu, tivesse que avaliar solitariamente essas startups para a tomada de decisão. Outro fator é avaliar bem as informações apresentadas, confrontá-las com dados de mercado e concluir sobre o nível de consistência das perspectivas esperadas.

Quais são os tipos de retornos que você mira com seu portfólio de startups?

Desenvolvi um simulador próprio no qual coloco um prazo de retorno de 4 a 7 anos, inflação estimada, impostos e outras informações que vão me projetar um retorno real do negócio, caso seja bem-sucedido.

Realizo nele simulações do valor de venda das startups, com bases que vão das mais pessimistas até as mais otimistas, para se ter um panorama dos extremos possíveis. Eventos de liquidez com valuation de vinte milhões, sendo bem pessimista, cinquenta, cem, duzentos milhões. Descontando a taxa da EqSeed, inflação estimada e impostos, a ideia é que se tenha um retorno de no mínimo cinco vezes o capital aportado na rodada, num cenário, embora bem-sucedido, extremamente conservador. É claro que se espera um rendimento que represente um cash-on-cash muito maior do que esse.

Você acha que a ES faz com que seja mais fácil investir em startups e construir seu portfólio de startups?

Muito mais fácil.

Talvez não investisse em startups se não tivesse me deparado com a EqSeed.

Entrei nesse mercado com vocês e continuo com vocês. Considero uma verdadeira parceria, pois foi a empresa que mais me deu segurança.

Comparo-a com os negócios que criei e/ou participei, vislumbrando muitos ingredientes de sucesso, tais como os valores da qualidade dos serviços com foco na experiência do cliente. Vocês são muito cuidadosos.

Espero dividir conhecimentos e poder contribuir com esse crescimento, ao mesmo tempo em que obtenho retornos como fruto de uma aposta tecnicamente fundamentada em pessoas competentes e negócios inteligentes, numa economia totalmente disruptiva.

 O que você espera no futuro das startups que você já investiu?

Um exit de sucesso pelo mérito desses profissionais que trabalham nelas.

Ao mesmo tempo, quero aprender muito com eles, conversar com os empreendedores, conhecer o negócio. Até como uma forma de crescimento profissional.

Dividir conhecimentos e, quem sabe, poder contribuir com esse crescimento, ao mesmo tempo em que obtenho retornos como fruto de uma aposta tecnicamente fundamentada em pessoas competentes e negócios inteligentes, numa economia totalmente disruptiva.